• Hoje: segunda-feira, novembro 18, 2019

Bandidos assaltam chácara e espancam proprietário em São Cristóvão

IMG_20190517_002446
Jair Gomes
maio17/ 2019

Equipes da Polícia Militar seguem mobilizadas na tentativa de desarticular o grupo criminoso que invadiu uma propriedade rural e fez uma família refém em São Cristóvão. Uma das vítimas foi espancada com várias coronhadas na cabeça. O fato aconteceu por volta das 5 horas desta quinta-feira (16), no povoado Pedreira.

Os indivíduos chegaram a roubar uma Hilux, aparelhos eletroeletrônicos, ferramentas e arreios. No entanto, na fuga houve troca de tiros com a equipe da Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e eles fugiram por um matagal, depois de abandonar o carro e um Ford KA de cor branca. Foram apreendidos ainda uma escopeta e uma máscara.

De acordo com militares, seis homens armados e encapuzados chegaram à chácara no Ford KA de cor branca, invadiram o local e fizeram o proprietário e os familiares como reféns. As vítimas foram obrigadas a deitar no chão e mesmo sem esboçar reação, o dono da chácara foi atingido com várias coronhadas na região da cabeça. Os criminosos vasculhavam o imóvel a procura de dinheiro e objetos de valor. Em seguida colocaram aparelhos de TV, ferramentas e arreios de animais na Hilux de uma das vítimas e fugiram.

O ocorrido foi comunicado à polícia através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp). A equipe do CIPM foi acionada e seguiu para localidade quando se deparou com os bandidos nas imediações do loteamento Lauro Rocha. Houve troca de tiros e o veículo da PM foi atingido pelos disparos. No confronto, os criminosos ainda colidiram a Hilux, que foi abandonada juntamente com os outros objetos roubados. Alguns metros adiante, os militares encontraram o Ford KA, que foi deixado para trás pela quadrilha. Além disso, foi encontrado uma escopeta calibre 12 e uma máscara.

O caso foi encaminhado ao Departamento de Crimes contra o Patrimônio (Depatri). O proprietário da chácara foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e recebeu atendimento médico no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse). Até o momento, não se tem informações sobre o estado de saúde da vítima.

Jair Gomes

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner