• Hoje: segunda-feira, agosto 19, 2019

TRE-SE discute metas do Judiciário em audiência pública

image
Redação Rw News
julho31/ 2017

Aconteceu na manhã de hoje, (31), a audiência pública que visou à discussão das Metas Nacionais do Judiciário para 2018. Com a finalidade de reunir a sociedade para pautar sugestões, críticas e demandas referentes ao julgamento ou andamento de processos e demais trâmites que cercam a Justiça Eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) registrou mais um marco em sua história.

O presidente do TRE-SE, des. Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, abriu a solenidade e afirma que a iniciativa foi a primeira dessa natureza na Justiça Eleitoral em Sergipe. “Neste momento, o Tribunal torna-se pioneiro no Brasil em abrir suas portas para o público, com o objetivo de que sejam estabelecidas as metas para o judiciário, primordialmente com a participação da sociedade”, disse.

Dentre os participantes, estiveram presentes representantes da sociedade em geral, servidores do TRE-SE e convidados de demais Tribunais, órgãos e partidos políticos da esfera pública. A representante do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Mônica Oliveira Barreto endossa a importância do evento.

“É muito válida a participação da sociedade na construção das metas, principalmente a iniciativa do Tribunal em disponibilizar este espaço para debate. Afinal, precisamos ter além da visão dos que compõem o judiciário, a percepção dos que são impactados pelas decisões e resoluções advindas no âmbito eleitoral. Além disso, obtemos um denominador da sociedade de como ela percebe os resultados alcançados”, contou.

O coordenador de planejamento do TRE-SE, Marcelo Gerard, conta que o resultado das metas são destinadas à discussão no Conselho Nacional de Justiça, em uma reunião com 91 Tribunais do Brasil realizada anualmente.As metas tratam prioritariamente do julgamento de processos.

“Como 2018 trata-se de um ano eleitoral, alguns julgamentos tornam-se muito importantes, como por exemplo aqueles que dizem respeito à perda de mandato eletivo, à não diplomação ou ao registro de candidatura.Esses processos possuem implicação direta no exercício do mandato ou na perda dele. Então, a prioridade é dar celeridade a estes processos”, elucidou.

 

Metas Nacionais do Judiciário – Participação Popular

Até o dia 04/08, o cidadão que não pôde comparecer à audiência pública ainda pode dar a sua contribuição, respondendo um questionário virtual sobre as Metas Nacionais do Judiciário para 2018. Qualquer pessoa pode contribuir, conhecendo algumas propostas de metas, avaliando e dando sugestões.

Da Redação com TRE/SE 

Redação Rw News

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner