• Hoje: domingo, dezembro 16, 2018

Temer vai a local de desabamento e é hostilizado por moradores

14195
J. Sousa
maio02/ 2018

 

O presidente Michel Temer estava em sua residência, em São Paulo, neste fim de semana, e ao saber do incêndio e desabamento de um prédio, no centro da capital, resolveu se deslocar até a área, para acompanhar os trabalhos do Corpo de Bombeiros.

O imóvel de 24 andares, ocupado irregularmente, pegou fogo na madrugada desta terça-feira (1ª). Outro prédio e uma igreja também foram afetados. Pessoas estariam desaparecidas e há informações não confirmadas de pelo menos um morto.

“A situação era uma situação dramática, tanto que aconteceu o que aconteceu. Nós vamos exatamente providenciar assistência àqueles que foram vítimas daquele desastre. Eu não poderia deixar de vir aqui, sem embargo dessas manifestações, porque, afinal, eu estava em São Paulo, e ficaria muito mal eu não comparecer aqui para dar apoio aqueles que perderam suas casas”, disse o presidente.

Ele ainda falou sobre a posse do edifícil. “O prédio era da União, e nós não pudemos pedir a reintegração, porque, afinal, gente muito pobre, naturalmente, uma situação um pouco difícil. Mas agora serão tomadas providências para dar assistência”.

Alvo de protestos, Temer precisou deixar o local às pressas. Algumas pessoas se aproximaram do veículo em que ele estava e chegaram a bater contra a lataria e as janelas. Também houve gritos de “golpista”. Os manifestantes foram contidos pela polícia. Com informações de notícias ao minuto.

Créditos: Alô News

Foto desta matéria: (Reuters / Ueslei Marcelino)

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner