• Hoje: sábado, novembro 17, 2018
SSP

Rodovia João Bebe Água contará com câmeras que vão identificar veículos com restrição de roubos e furtos

59afe33496205_Axis-Salvador-de-Bahia-0-e1534717792804
J. Sousa
agosto19/ 2018

O secretário da Segurança Pública, João Eloy, visitou na última sexta-feira (17), o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e acompanhou de perto o processo de instalação de 34 novas câmeras na capital e região metropolitana. Os equipamentos se somarão a outras 50 câmeras já instaladas no Ciosp e distribuídas em várias partes da Grande Aracaju. A nova fase de instalação de câmeras faz parte do Plano de Segurança Pública definido pelo Governo do Estado para o combate à criminalidade.

Diferente do que circula nas redes sociais, as câmeras não serão utilizadas para a aplicação de sanções administrativas, a exemplo de multas. Serão usadas, exclusivamente, para ações operacionais, preventivas e repressivas das forças de Segurança Pública.

Segundo o coronel William Vasconcelos, diretor do Ciosp, o objetivo prioritário é identificar veículos com restrição de furto ou roubo. “Elas não são voltadas para aplicação de multas ou licenciamento, nada disso. Por meio dessas câmeras atuaremos para a recuperação do bem da vítima e também para fazer a prisão do infrator que estiver com o bem furtado”, destacou.

Os novos equipamentos possuem uma tecnologia importante, que permite a identificação de veículos com restrição de roubo e furto. Serão, em poucos dias, 84 câmeras em pontos estratégicos de toda a capital e região metropolitana, com monitoramento 24 horas.

“Além das saídas de Aracaju, essas câmeras estão sendo colocadas em pontos estratégicos selecionados com base em estatísticas da mancha criminal, a exemplo do monitoramento que será feito no bairro Santa Maria”, completou o coronel.

As novas câmeras serão implantadas nas saídas de Aracaju pela BR 101, Caueira, Barra dos Coqueiros e na rodovia João Bebe Água. Também serão instaladas nos bairros Santos Dumont, Santa Maria, João Alves e na Avenida Principal, que conta com um comércio muito forte. A SSP está investido não apenas nas câmeras, mas em convênios por meio de parcerias com softwares.

Hellen Gomes, gerente de projetos, disse que a tecnologia das câmeras será de fundamental para as instituições de Segurança Pública. “O modelo OCR faz a leitura de caracteres. São câmeras que ficam em pontos fixos e à medida que os veículos transitam fazem a leitura da placa e armazenam no banco de dados. Outras ficam em pontos fixos e fazem o monitoramento em 360º graus. Os aparelhos funcionam via fibra e via rádio”, concluiu.

SSP/SE

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner