• Hoje: domingo, junho 17, 2018

Policia procura suspeitos de assassinar sargento da PM na porta de casa em Aracaju

Sargento Gilson Alves de Souza
Redação Rw News
janeiro11/ 2018

O sargento da polícia militar de Sergipe, Gilson Alves Souza, de 46 anos, foi morto de forma covarde, nas primeiras horas da manhã desta quinta (11) no momento em que estava saindo de sua residência no conjunto Veneza, em Aracaju (SE).

 

IMG-20180111-WA0038

 

As informações são que dois elementos seriam os autores do assassinato, levando ainda a arma do militar e levando seu veículo vectra. O automóvel já foi localizado por uma equipe do GETAM no bairro Olaria, porém até o momento ainda não foram localizados os autores do crime vitimaram o sargento.

Diversas unidades da Polícia estão nesse momento tentando localizar os assassinos e estão em busca de informações que levem a captura dos marginais.

Sargento G. Alves, como era conhecido pelos colegas de profissão, era 3º sargento e estava destacando atualmente na 1ª Companhia Independente da Polícia Militar. Com 28 anos na polícia, G. Alves estava preste a se aposentar.

 

Sargento
3º Sargento G. Alves.

 

A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do comando do policiamento militar da capital, e da 1ª Companhia Independente emitiu nota de falecimento.

Veja a nota de falecimento

É com muito pesar que a polícia militar do Estado de Sergipe, por intermediário da 1º companhia independente. Recebe a notícia do falecimento do 3º sargento, matrícula 202139-90, Gilson Alves Souza, de 46 anos com o conceito A, com 28 anos de polícia, prestes a se aposentar.

Lamentamos profundamente a morte do companheiro de farda, vitima da violência que assola nosso país. Sempre atencioso durante o serviço aqui em São Cristóvão, o Sgt G. Alves era um policial prestativo junto aos colegas, procurando sempre ajudar a todos durante o serviço para que não faltasse nenhum equipamento de segurança para o exercício da segurança pública na cidade de São Cristóvão.

A Polícia Militar perde um guerreiro, um companheiro de farda, a primeira Companhia Independente perde um Bravo Pantera, os familiares perdem um pai de família, a sociedade perde um membro da segurança pública. Todos nós perdemos quando alguém que arrisca sua vida por tanto tempo em prol a sociedade é vítima da violência que tanto combateu na sua carreira.

Nossos sentimentos de profundo pesar à família e amigos. Que Deus possa confortar a todos nesse momento triste e de sofrimento. Que Deus abençoe a todos.

São Cristóvão/SE, 11 de janeiro de 2018.

A polícia trabalha agora na identificação dos envolvidos no homicídio do sargento. Informações sobre este caso podem ser passadas através dos números 190, 181 ou mantendo contato com Gavião Denúncias da PMSE pelo Whatsapp 79 98877-1004 (manteremos sigilo total).

Redação Rw News

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner