• Hoje: quarta-feira, dezembro 12, 2018

ONG Ciclo Urbano realiza Pedal Cultural domingo, 25

IMG-20180322-WA0110
Jair Gomes
março22/ 2018

A Associação Ciclo Urbano, realiza neste domingo (25), mais uma edição do Pedal Cultural Acessível. O evento será realizado especialmente no mês de março, em comemoração ao aniversário da cidade de Aracaju e consiste em um passeio ciclístico para conhecer a cidade de maneira diferente, revivendo as histórias e a cultura das ruas da cidade, em contato direto com os equipamentos urbanos.

O Pedal proporciona a quem participa sentir a cidade em ritmo contemplativo, pois, a velocidade da bicicleta possibilita uma maior interação dos cidadãos com os diversos elementos do ambiente. A concentração está agendada para às 15h30, com saída do Bar do Cajueiro, na praça do conjunto Beira do Rio, no bairro Inácio Barbosa.

Desde o ano de 2016 o Pedal Cultural é acessível, pois desde o processo de divulgação à realização do passeio, propiciamos a inclusão das pessoas com deficiência visual, auditiva e/ou motora. O pedal conta com bicicletas adaptadas, intérpretes de libras e o percurso audiodescrito. Em seu quinto ano consecutivo o foco do passeio será a valorização dos rios que cortam a cidade. Onde também serão contextualizadas as questões sobre o processo de degradação ambiental dos rios Poxim e Sergipe e como a urbanização da cidade influencia a relação das pessoas com os rios no meio urbano.

O pedal Cultural sairá do bairro Inácio Barbosa, nas proximidades do rio Poxim, seguindo pela Av. Beira Mar e Rua da Frente (Av. Ivo do Prado) em torno do rio Sergipe e finaliza com a travessia do rio, em Tototó, para oferecer aos participantes a oportunidade de conhecer a cidade por outra perspectiva, bem como a experiência de vivenciar o rio.

Nessa edição do Pedal Cultural Acessível queremos, além de, proporcionar a experiência prazerosa de utilizar a bicicleta nos deslocamentos em Aracaju, despertar nas pessoas a importância dos rios que cortam nossa cidade. Aracaju é uma cidade cercada por água, porém, por muitos dos afluentes estarem encobertos e canalizados, e para os principais leitos não termos visibilidade e uma relação de uso, a população pouco se identifica com estas paisagens e, portanto, não é dada a devida importância para a preservação desses rios, diz Sayuri Dantas, presidente da Ciclo Urbano.

Acima de tudo, o Pedal Cultural Acessível é um presente que a Ciclo Urbano dá à cidade de Aracaju.

Créditos: Ciclo Urbano

Jair Gomes

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner