• Hoje: sexta-feira, abril 27, 2018

Nova receita que combina mandioca e melancia faz sucesso na roça

melancia-mandioca
Redação Rw News
julho17/ 2017

Estudo da Embrapa mostra por que melancia e mandioca fazem o casal perfeito

Uma pesquisa realizada pela Embrapa do estado da Roraima, entre 2013 e 2016, chegou a uma conclusão curiosa: melancia e mandioca combinam. Pelo menos quando a mistura é feita na terra.

 

Os resultados da avaliação mostraram que o consórcio da melancia com a mandioca é uma receita de plantio que só trouxe benefícios aos produtores locais, incluindo incremento de 65% na renda.

 

A explicação científica é a seguinte: além de diversificar a produção, a plantação paralela melhora o uso da terra para a agricultura familiar porque a mandioca se beneficia da adubação e da irrigação realizada para o fruto. Da mesma forma, a melancia não sofre nenhuma interferência negativa no desenvolvimento.

 

A integração entre as duas culturas traz segurança ao pequeno produtor e diminui o risco de perdas, de acordo com o pesquisador Roberto Dantas, da Embrapa. “O ciclo da melancia varia de dois a três meses. Assim, durante o período que não houver produção de frutos, o agricultor terá renda extra com o cultivo da macaxeira, que apresenta ciclo mais longo, de 12 a 24 meses”, explica.

 

Produtor satisfeito

 

As experiências foram realizadas no Campo Experimental Água Boa, em Boa Vista (RR), sendo testados diferentes arranjos e épocas de plantio. Os resultados foram tão surpreendentes que alguns produtores da região já começaram o plantio. Elton da Silva Dias, também da capital roraimense, foi um deles.

“Não constatamos interferência na produtividade da melancia. Quanto à macaxeira, vamos iniciar a colheita em breve, mas fizemos uma avaliação da produção, em que coletamos e pesamos diversas plantas. Isso nos permitiu estimar com segurança uma produtividade acima de 25 toneladas por hectare”, conta.

 

Elton Dias também destaca outras vantagens do consórcio melancia-mandioca, como o sombreamento para a melancia, quebra do ciclo de pragas e, principalmente, renda extra pelo cultivo da macaxeira. “Posso dizer que acabo tendo um seguro contra eventuais danos que possam ocorrer com a melancia”, diz. Isso porque a melancia tem maiores riscos de pragas e doenças.

 

Apesar de a pesquisa ter sido realizada no Norte, dos 28 estados brasileiros que produzem o fruto, conforme o IBGE, as maiores produções foram registradas nos estados do Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e São Paulo. Resta saber se os produtores de outras regiões também vão aderir à ideia.

 

Da Redação com

Redação Rw News

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner