• Hoje: segunda-feira, agosto 20, 2018

Julgamento: “Ele me matou também e agora vai pagar por isso”, diz mãe de PM assassinado

IMG-20180809-WA0028
J. Sousa
agosto09/ 2018

Em entrevista na manhã desta quinta-feira, 09, ao Jornal da Fan 1ª edição, a mãe do policial militar Alisson Farias de Souza, Vera Lúcia Farias, avaliou a sentença concedida pela juiza Soraya Gonçalves nessa quarta-feira, 08. O assassino de Alisson, também era PM, Bruno Campos Fernandes de Souza. Ele foi condenado a 13 anos e 26 dias de reclusão e ainda foi expulso da Polícia Militar de Sergipe (PMSE).

O crime aconteceu no dia 28 de agosto de 2010 após uma discussão entre os dois PMs por causa de uma vaga de estacionamento durante uma festa na Orlinha do bairro Coroa do Meio, zona Sul da capital.

Dona Vera Lúcia, se emocionou em vários momentos. Ela revelou que desde a morte de seu filho vem sofrendo com depressão. “Ele não matou somente meu filho, ele me matou também. Alisson era meu único filho. Ele tirou de mim o direito de ser avó, de ter alguém para cuidar de mim na minha velhice”, declarou.

A condenação de Bruno, foi comemorada pela família. “Agora eu estou mais tranquila. A justiça foi feita. Fui muito persistente e determinada para não deixar o crime impune. Espero servir de exemplo para outras mães que perderam seus filhos da mesma forma que eu, ainda que tenham sido assassinados por PMs, eles precisam pagar por seus atos. Não se intimidem e busquem a Justiça que a Justiça trabalha”, pontuou.

Créditos: Jornal da Fan

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner