• Hoje: sexta-feira, dezembro 14, 2018

Interrupção em rede elétrica gera falta de abastecimento de água em São Cristóvão

images (10)
J. Sousa
outubro13/ 2018

Funcionários da Energisa fizeram o reparo e situação deve ser normalizada. Rede danificada é responsável por abastecer várias partes do centro do município.

Uma interrupção em uma das redes de distribuição de energia, ocorrido na última sexta-feira (12), na Av. Santo Antônio, causou transtornos para localidades da região do centro de São Cristóvão (SE). O problema da falta de abastecimento de água ocorreu depois que o fornecimento de energia afetou uma Estação de Capitação do SAAE.

Foto: SAAE
Funcionários da Energia realizando manutenção na rede eletrica – Foto: SAAE

Segundo informações do diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Carlos Melo, a Estação de Capitação é responsável por abastecer toda Cidade Alta, Ripiada, Rua do Cemitério, Bosque das Flores, Rua São Paulo e Centro. “Como nós ficamos com os dois poços ativos que produzem aproximadamente 25.000 L/h, nas partes baixas do Centro não faltou, ou segurou até umas 16h.” Disse Carlos Melo.

Diretor do SAAE - Carlos Melos - Foto: Divulgação Internet
Diretor do SAAE – Carlos Melos – Foto: Divulgação Internet

Carlos Melo informou ainda que devido à interrupção da energia elétrica por parte da energisa em função da manutenção da rede na área da Captação do Muniz, que abastece a Cidade Alta, o fornecimento de água ficou interrupido desde às 9h de hoje. A previsão para o retorno da energia, segundo a energisa, está previsto para às 17h.

“Assim que for restabelecido à energia voltaremos com o fornecimento de água normalmente. Ficamos com a produção parada das 3h de sexta até 7h do sábado ou seja 27h” Ressaltou Carlos Melo.

O diretor esclareceu também que outro caso pontual de falta de água ocorreu ontem. “Realmente foi um dia atípico em relação ao fornecimento de energia, tivemos problema também na ETA Rio Comprido que abastece a Cidade Baixa, mas lá voltou logo, foi das 9h às 13h, não deu para população perceber a falta d’água” Relatou Carlos Melo.

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner