• Hoje: sábado, janeiro 20, 2018

Governo prepara profissionais no Polo Costa dos Coqueirais para setor turístico

medium_67f9d1dcd6d02110666ea9fba51ce1da
Redação Rw News
julho11/ 2017
Um grupo de 200 alunos estão participando dos cursos de cozinheiro, de informações turísticas e garçom pelo Senac; além do curso de pós-graduação em Gestão Empresarial e Planejamento para o Turismo pela Universidade Federal de Sergipe – UFS

Um grupo de 200 jovens dos municípios de Estância, Santa Luzia do Itanhy, Itaporanga e Indiaroba realizaram um grande encontro para troca de experiências, na sexta, 07, no auditório da Unit, em Estância. Eles estão participando dos cursos ofertados pelo governo de Sergipe, por meio da secretaria de Estado do Turismo, dentro do Programa de Desenvolvimento do Turismo – Prodetur.

Os alunos estão participando dos cursos de cozinheiro, de informações turísticas e garçom pelo Senac; além do curso de pós-graduação em Gestão Empresarial e Planejamento para o Turismo pela Universidade Federal de Sergipe – UFS. “Entendemos que um momento de crise, como a que estamos passando, precisamos capacitar as pessoas para o mercado de trabalho”, afirmou o secretário de Turismo, Fábio Henrique.

De acordo com as informações do secretário, mais de 5 mil pessoas serão capacitadas pelo Prodetur, que tem o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “O turismo é o segundo maior empregador de Sergipe com carteira assinada. O governador Jackson Barreto tem consciência da importância que é capacitar essas pessoas para movimentar a economia do nosso Estado”, declarou Fábio Henrique.

O prefeito de Estância, Gilson Andrade, fez questão de solicitar mais qualificações. Ele destacou que o mercado está cada vez mais exigente e necessita de profissionais qualificados. “Vocês serão os diferenciais do turismo, estão sendo preparados com o apoio do Governo do Estado e por instituições sérias”, defendeu o prefeito.

A instrutora Natália Punto da Silva, de Itaporanga, destacou a integração dos participantes com as comunidades e o interesse em preparar as pessoas para receber os turistas. “Eles conheceram mais a nossa cultura, a nossa história e ampliaram a visão do mundo que vivemos”, disse Natália.

Já a instrutora Sirleila Pinheiro de Souza, do povoado Crasto em Santa Luzia do Itanhy,  abordou que “a turma foi sinônimo de criatividade e pro atividade. Eles nunca imaginaram que as comunidades deles também seriam vistos com o foco no turismo”

 

Da Redação com ASN

Redação Rw News

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner