• Hoje: sexta-feira, abril 19, 2019

Fundat amplia o número de emissões de carteira de trabalho

IMG-20180403-WA0057
J. Sousa
abril03/ 2018

Um dos documentos imprescindíveis para o ingresso formal do cidadão ao mercado de trabalho é a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). Além de servir como registro histórico profissional de cada indivíduo, ela garante vários benefícios ao trabalhador, concedidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), como férias remuneradas, 13º salário, seguro desemprego, proteção social, auxílio-doença, aposentadoria, salário-família, entre outros.

Ciente disso, a Fundação Municipal de Formação Para o Trabalho (Fundat), por meio da Agência do Trabalhador, facilita o acesso à carteira de trabalho, graças à disponibilização gratuita do serviço de emissão de CTPS, realizado em dois endereços: na sede da Fundat, localizada na rua Pacatuba, 104, Centro, das 7h30 às 17h e, na área de expansão do Shopping Riomar, das 10h às 18h.

 

Foto:
Foto: Ascom/Fundat

 

Segundo a coordenadora da Agência do Trabalhador, Sandra Bezerra, desde o início da atual gestão, a Fundação já emitiu mais de três mil CTPS, e, somente nos três primeiros meses de 2018, alcançou a marca de mais de duas mil carteiras de trabalho emitidas, resultando em um crescimento significativo, em relação à média de emissão por mês. “Em 2017, fizemos em média 256 CTPS por mês e, de janeiro a março deste ano, a média de atendimento por mês subiu para 658”, destaca Sandra.

Ela ainda ressalta a importância da parceria entre a Fundat e o Ministério do Trabalho para a execução do serviço. “Nós também recebemos do Ministério o encaminhamento de usuários que precisam do benefício. Aqui, conseguimos realizar o processo com dinamismo e rapidez, sem a necessidade de agendamento e com a oportunidade de buscar o documento em até três dias úteis”, explica Sandra.

Beneficiados pelo serviço

A estudante Clésia Santos procurou a Fundat após indicação de amigas, para dar entrada à primeira via da carteira de trabalho e, afirma estar muito satisfeita com o atendimento. “Estou ansiosa para pegar a carteira e iniciar o mais rápido possível a minha jornada como profissional”, diz.

Já José Edson dos Santos buscou a Fundação em virtude do serviço ser rápido e prático. “Consegui tirar a minha primeira carteira e pude recebê-la em apenas três dias”, conta o jovem, um dos beneficiados com a emissão da CTPS.

Documentos necessários para a emissão da CTPS

1ª via

-RG;

-CPF;

-Certidão de nascimento original, se for solteiro (a);

-Certidão de casamento original, se for casado (a);

-Certidão de casamento com averbação do óbito, se for viúvo (a);

-Comprovante de residência;

-Título de eleitor para maiores de 18 anos; (opcional).

-CNH, se possuir (opcional).

2ª via

-CTPS antiga, extrato analítico do FGTS, guia do seguro desemprego, copia da antiga CTPS, ou o termo de rescisão do contrato de trabalho;

-RG;

-CPF;

-Certidão de nascimento original, se for solteiro (a);

-Certidão de casamento original, se for casado (a);

-Certidão de casamento com averbação do óbito, se for viúvo(a);

-Comprovante de residência;

-Título de eleitor para maiores de 18 anos; (opcional).

– CNH, se possuir (opcional).

OBS: Em caso de perda, roubo ou furto da CTPS é necessário apresentar o boletim de ocorrência para realizar o serviço. É necessário que o indivíduo realize uma nova emissão, caso o documento esteja preenchido, rasurado ou rasgado. Para maiores informações (79) 3179 -1331.

Com informações da Ascom/Fundat

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner