• Hoje: segunda-feira, agosto 20, 2018

Em SE, mais de 300 mil residências devem ter sinal digital de TV este ano

IMG-20180220-WA0028
J. Sousa
fevereiro20/ 2018

Aracaju e mais 16 cidades sergipanas terão o sinal analógico desligado em 30 de maio deste ano e todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital. O acordo prevê a migração digital nos demais municípios até o ano 2023.

São cerca de 373 mil domicílios na Grande Aracaju que devem receber o sinal. “Toda essa população vai ser comunicada e vai receber orientações para fazer a migração. Vamos realizar ações de mobilização, de comunicação e sensibilização comunitária em parceria com os municípios”, afirma Carollina Amorim, gerente regional da Seja Digital, entidade responsável pela digitalização da TV no Brasil.

Além da capital sergipana e região metropolitana, famílias de baixa renda das cidades Areia Branca, Barra dos Coqueiros, Divina Pastora, Itabaiana, Itaporanga D’Ajuda, Laranjeiras, Malhador, Maruim, Nossa Senhora do Socorro, Pirambu, Riachuelo, Rosário do Catete, Santa Rosa de Lima, Santo Amaro das Brotas, São Cristóvão e Siriri receberão kits gratuitos contendo a antena UHF, o conversor digital, os cabos para instalação e o controle remoto. Ao todo, serão distribuídos cerca de 170 mil kits.

“Os beneficiários de programas sociais do Governo Federal têm direito a receber o kit e vão ter orientações de como instalar. Precisa tomar alguns cuidados, mas qualquer pessoa pode fazer a instalação”, explica Amorim. Para receber os kits, a pessoa deve fazer o agendamento pelo site sejadigital.com.br/kit, ou ligar no 147, gratuitamente.

Quem tem TV de tubo não precisa descartá-la, basta comprar o conversor e a antena em qualquer loja de eletrônica, ou adquirir novo aparelho. Já quem tem a TV de tela fina, moderna, o televisor já tem o conversor, será preciso apenas comprar a antena. A mudança deve garantir melhor som e imagem nas TVs de todo o país, além de maior qualidade no sinal da internet 4G.

“A liberação dessa faixa de 700 mHz para telefonia móvel e celular vai melhorar a cobertura nas periferias e oferecer uma banda larga mais veloz. Quanto antes as pessoas se prepararem melhor, porque o sinal digital já está disponível. Aqueles chuviscos e fantasmas da TV analógica já podem ficar para trás. Estamos falando de uma população de 1 milhão e 200 mil pessoas e todos os domicílios ficarão sem o sinal analógico”, ressalta Patrícia Abreu (foto), diretora de comunicação da Seja Digital.

No Nordeste, além de Aracaju, faltam apenas os municípios de Natal, Maceió, Teresina e São Luiz do Maranhão, este último deve acabar com o sinal analógico em março. Na região Norte, em nenhum dos estados foi desligado.

Dúvidas frequentes

Quem tem TV parabólica será impactado?

Patrícia Abreu: Quem tem TV por assinatura ou parabólica não será impactado, mas se tem qualquer TV ligada em antena terrestre, aí sim será impactada.

Todos os canais estarão disponíveis na TV digital?

PA: As emissoras de TV já estão se preparando há muito tempo, e aqui na região da capital temos uma oferta de canais digitais disponíveis já.

O que fazer para se preparar?

PA: A pessoa tem que fazer a mudança em todos os televisores da casa, muitos deixam para última hora. Acontece muitas vezes de uma família ter uma TV principal por assinatura e ter uma TV no quarto ou cozinha com antena terrestre, sofrendo o impacto. Acreditamos fortemente que o prazo será cumprido e que não haverá possibilidade de assistir TV analógica depois disso. Recomendamos que a antena seja externa, para garantir a captação total do sinal e a imagem perfeita.
Com F5

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner