• Hoje: sábado, março 23, 2019

Em São Cristóvão, dono sai de Auto Escola sob escolta da polícia militar e da Força Nacional

IMG_20181227_161857355
J. Sousa
dezembro28/ 2018

O empresário João Batista Santos, teve que sair sob escolta da Polícia Militar e da Força Nacional, da Auto Escola São Cristóvão que fica localizado à Rua Pedro Amado nº 21 no centro do município.

João Batista Santos, dono da Auto Escola São Cristóvão - Foto: Rede Social.
João Batista Santos, dono da Auto Escola São Cristóvão – Foto: Rede Social.

Ontem, quinta-feira (27), por voltar das 16h30, alunos se reuniram em frente a Auto Escola para obter informações sobre as aulas que não estavam sendo realizadas. Após aglomeração de alunos e funcionários em frente, e uma suposta agressão à esposa do empresário, foi acionado a polícia militar que minutos depois chegou ao local com uma viatura da Força Nacional. Após alguns diálogos com os manifestantes, e a constatação do suposto agressor não mais se encontrar na localidade, o empresário fechou o estabelecimento e saiu em um carro da Auto Escola com sua esposa e filha.

Os alunos foram cobrar providências devido ao não, segundo eles, ressarcimentos de valores pagos ao empresário de serviços não prestados pela Auto Escola. Instrutores, alunos e funcionários informaram ao Portal Rw News que já foram prestados mais de 46 Boletim de Ocorrência na 12º Delegacia Metropolitana contra o empresário.

Um dos mais de 46 Boletim de Ocorrência prestados na 12º Delegacia Metropolitana.
Um dos mais de 46 Boletim de Ocorrência prestados na 12º Delegacia Metropolitana.

Varias reclamações também já foram feitas à Ouvidoria do DETRAN em Aracaju.

Gfdd
Gfdd

Segundovários alunos e funcionários, os processos de CNH foi interrompido, além da não realização das aulas teóricas, a não devolução dos valores pagos ao empresário. Segundo as denúncias, dezenas de alunos ficaram sem respostas sobre o reembolso dos valores pagos para terem suas Carteiras Nacional de Habilitação (CNH).

João Batista iniciou um diálogo com os manifestantes, mas o que eles queriam mesmos era o ressarcimentos dos valores pagos, já que segundo eles, João estaria prometendo o retorno das aulas, o que não ocorreu ontem.

João Batista tentando dialogar com os alunos e funcionários. Foto: J. Sousa - Rw News.
João Batista tentando dialogar com os alunos e funcionários. Foto: J. Sousa – Rw News.

Joedson proprietário do imóvel, onde se encontra as instalações da escola, informou ao portal Rw News, que o empresário já está com o imóvel alugado há 11 meses e que o mesmo está com seis meses de aluguel atrasado. Ainda segundo o Joedson, a ENERGISA cortou o fornecimento da energia devido atraso de seis (6) talões não pagos. Hoje o dono do imóvel ficou surpreso com o religamento no fornecimento de energia e descobriu que, segundo ele, o empresário havia mudado o nome junto a Energisa colocando-a em seu nome.

Assim que João foi embora, o proprietário do imóvel colocou uma corrente com um cadeado no portão de entrada.
IMG_20181227_164719186

Devido a não permanência de João Batista, o portal Rw News marcou com o empresário um outro dia para que o mesmo possa prestar esclarecimentos diante das inúmeras acusações que pesam contra o mesmo.

 

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner