• Hoje: segunda-feira, agosto 19, 2019

Em São Cristóvão, após reunião corpo docente e pais de alunos não querem que Escola Manoel dos Passos integre a rede municipal de ensino

2
J. Sousa
dezembro28/ 2018

A Escola Estadual Professor ‘Manoel dos Passos de Oliveira Teles’ foi criada e denominada pelo Decreto Estadual nº 5.672 datada de 08 de fevereiro de 1983, para o ensino fundamental.

Pais de alunos da escola estadual professor Manoel dos Passos de Oliveira Teles, que fica localizada à Av. Dom José Vicente Távora, no centro de São Cristóvão, estão se mobilizando contra a municipalização da escola que atende cerca de 260 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

Em reunião ocorrida na última quarta-feira (26), no pátio da escola, que reuniu cerca de 120 pais e mães de alunos, professores, funcionários e representantes do SINTESE, foram expostos os desafios concernentes a municipalização da escola. Na reunião ficou decidido que os pais e mães dos alunos, juntamente com o corpo docente da escola, vão resistir. Manifestos forma marcados para barrar a transferência da responsabilidade do Estado para o Município. Os pais e mães fizeram uso do microfone, e o que se pode ouvir, foram elogios a metodologia educacional e o alto nível de ensino da escola.

Abaixo-assinado sendo assinado pelos pais e mães de alunos da escola. Foto: J. Sousa - Rw News.
Abaixo-assinado sendo assinado pelos pais e mães de alunos da escola. Foto: J. Sousa – Rw News.

Um Abaixo-assinado foi assinado pelos pais e mães e uma reunião será agendada com o secretário do Estado da Educação para solicitar que a escola não seja repassada para o município. Segundo os participantes, manifestações serão realizadas no centro histórico com caminhadas e distribuição de panfletos.

Em entrevista concedida a J. Sousa, a diretora da Base Estadual do SINTESE, Baldino,
Diretora da Base Estadual do SINTESE, Ubaldina Fonseca . Foto: J. Sousa – Rw News

Em entrevista concedida a J. Sousa, a diretora da BaseE stadual do SINTESE, Ubaldina Fonseca, que também participou da reunião, falou do intuito da participação do SINTESE.

 

Monique Santos de Oliveira, mãe de aluno e ex-aluna. Foto: J. Sousa - Rw News
Monique Santos de Oliveira, mãe de aluno e ex-aluna. Foto: J. Sousa – Rw News

Monique Santos de Oliveira, mãe de aluno e ex-aluna da escola falou do transtorno que será causado.

 

Representante do Conselho Escolar, Rivaldo Realce. Foto: J. Sousa - Rw News.
Representante do Conselho Escolar, Rivaldo Realce. Foto: J. Sousa – Rw News.

O representante do Conselho Escolar, Rivaldo Realce, falou que a transferência será prejudicial para os funcionários e todo o corpo escolar.

 

Professor de educação física, Jofre Vinícius. Foto: J. Sousa - Rw News.
Professor de educação física, Jofre Vinícius. Foto: J. Sousa – Rw News.

O professor de educação física, Jofre Vinícius falou que o mais importante é pensar nos alunos. Jofre também falou que se deve pensar na qualidade do ensino que é ofertado à comunidade.

 

A Escola Estadual Professor Manoel dos Passos de Oliveira Teles é exemplo de Educação e referência de qualidade e compromisso dos educadores. Mantendo resultados positivos ao longo dos anos. Criou uma cultura e tradição no município desde a da sua fundação, 1983, 35 anos de atividades: único e desejado por muitos pais de alunos que lutam por uma vaga. Os pais de alunos enfrentam filas para adquirir uma vaga, e quem consegue só sai após concluir o 5º ano.

A escola conquistou bom desempenho de ensino-aprendizagem e foi avaliada com o IDEB sempre acima das metas projetadas, alcançando resultados superiores à média nacional, estadual e municipal da educação. Todos os resultados foram os mais altos da Diretoria Regional de Educação – DRE’08 que abrange oito municípios sergipanos.

Foto: J. Sousa - Rw News.
Homenagem da Diretoria Regional de Educação (DRE-8) 2015. Foto: J. Sousa – Rw News.

A Escola tornou-se Modelo de Gestão e Ensino Aprendizagem. Desde 2002 elevamos o índice de aprovação dos nossos alunos, de forma crescente. Conquistou também, duas premiações como uma das Melhores Escolas Estaduais. No ano de 2005, foi avaliada como uma das melhores escolas da rede estadual pelo desempenho no ensino-aprendizagem, através de uma Avaliação de Desempenho criada pelo governo estadual. Todos os professores e equipe pedagógica foram premiados. Em 2006, a escola recebeu um prêmio de reconhecimento pelo alto desempenho. Transcrevemos aqui o texto da Placa recebida em abril de 2006: “A Secretaria de Estado da Educação, o Instituto Votorantim e INDG (Instituto de Desenvolvimento Gerencial) parabenizam a Escola Professor Manoel dos Passos de Oliveira Teles pelo melhor desempenho acadêmico dentre as escolas não piloto da sua DRE no Projeto de Melhoria dos Resultados das Escolas Públicas do Estado de Sergipe/2005”.

Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar e ficou avaliada entre as treze melhores escolas estaduais. Foto: J. Sousa - Rw News.
Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar e ficou avaliada entre as treze melhores escolas estaduais. Foto: J. Sousa – Rw News.

Em 2009, concorreu ao Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar e ficou avaliada entre as treze melhores escolas estaduais.

Segundo os representantes da escola, “com a entrega da escola a rede municipal a comunidade escolar pode ter prejuízos e um impacto negativo porque vai mudar a proposta de trabalho. Muitos pais irão retirar seus filhos e procurar outras escolas estaduais, ir a Aracaju, ou escolas particulares, devido a diferença de estrutura oferecida entre as duas redes. O impacto será negativo para as crianças que terão que aceitar toda a estrutura pedagógica do município, causará uma ruptura da tradição e modelo de ensino aprendizado adotado por nós”.

Ainda segundo os representantes, Além de a secretaria de Estado da Educação oferecer dois recursos próprios totalizando em média 14 mil reais, PROFIN Básico, PROFIN Merenda. O governo Federal lança também dois recursos, o PDDE Qualidade e PDDE Básico de aproximadamente 12 mil reais. No somatório temos em média 26 mil reais anuas para compras e custear material de consumo, escritórios e utensílios de cozinha, higiene e pequenos reparo. Com a entrega da escola a Rede Municipal o Estado não repassará os recursos do PROFIN, ficaríamos apenas com 12 mil do Governo Federal, valor insuficiente para manter nosso padrão de ensino. Esses recursos são administrados pelo Conselho Escolar Interno, constituído por representante de toda a comunidade escolar, que faz o Plano, executa e presta contas ao governo e a comunidade local através de reuniões ordinárias obrigatórias.

A Rw News entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura municipal de São Cristóvão indagando a respeito da problemática do repassa da responsabilidade do Governo do Estado para o Município. A assessoria respondeu dizendo que “o prefeito e o secretário de Educação do Estado conversarão sobre” (o assunto). Ainda segundo a assessoria a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), não teve conhecimento dessa reunião e também não pode interferir nesse assunto”.

Já foram integradas a rede municipal de ensino a Escola Rural Vitória Miranda no Povoado Colônia Miranda, a Escola Rural Rita Cacete no Povoado Rita Cacete, a Escola Rural Povoado Feijão no Povoado Feijão, a Escola Rural Povoado Cabrita no Povoado Cabrita.

Já a Escola Estadual Luiz Guimarães no Apicum, a Escola Estadual Adelaide Garcez nos Pintos, a Escola Estadual Professor Manoel dos Passos no Centro, a Escola Estadual Normelia Araújo Melo no Eduardo Gome e a Escola Professora Neide Mesquita, ainda não foram integradas a rede municipal de ensino.

 

 

 

 

 

 

 

 

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner