• Hoje: domingo, dezembro 16, 2018

Deputado eleito Valdevan 90 é preso pela Polícia Federal em Sergipe

712201815533395396_20nvu
J. Sousa
dezembro08/ 2018

Político é acusado por usar “laranjas” para mascarar doações de campanha

O deputado federal eleito Valdevan 90 (PSC) foi conduzido à sede da Polícia Federal em Sergipe, na tarde da última sexta-feira (07), para prestar esclarecimentos. Valdevan estava em um restaurante na Orla da Atalaia, em Aracaju, quando foi abordado por um polical federal que cumpriu o mandado de prisão preventiva.

De acordo com a PF, a Operação Extraneus apura a inserção de declarações falsas na prestação de contas de campanha de Valdevan nas eleições de 2018. As investigações indicam que o candidato simulou diversas doações em favor de sua campanha, nela aportando valores cuja origem é desconhecida para o custeio de suas despesas, usando “laranjas”.

No curso das apurações, a PF constatou a atuação dos envolvidos com o intuito de direcionar os relatos dos “laranjas” chamados a prestarem esclarecimentos, como forma de mascarar a realidade dos fatos.

Na ação desta sexta, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva nas cidades de Aracaju, Estância (SE) e Taboão da Serra/SP. Os envolvidos devem responder pelo crime do art. 350 do Código Eleitoral.

“A operação policial foi assim denominada em alusão ao fato do investigado ter sido eleito por Sergipe, mesmo sem ligação domiciliar recente com o Estado, uma vez que, há muitos anos, é radicado em outra unidade da Federação”, informou a PF.

A defesa do deputado eleito não se manifestou sobre a prisão até a última atualização desta notícia. O espaço está aberto para manifestações.

A assessoria do deputado federal, André Moura, presidente do Diretório Estadual do PSC informou que ele não deve se pronunciar sobre a prisão.

Créditos: F5 News

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner