• Hoje: sábado, dezembro 14, 2019

Com salários atrasados e dívidas, hospitais de São Cristóvão pode fechar

Hospital-Senhor-dos-Passos
J. Sousa
novembro19/ 2019

Em Nota a direção do hospital explicou que teme que por causa das dúvidas de quasse 800 mil vencidos, e outros tantos a vencer, o hospital venha a fechar as portas. O que causaria um colapso na saúde pública em São Cristóvão, já que nos postos de saúde do município há constante falta de remédios.

O pagamento dos salários atrasados dos funcionários do único hospital de São Cristóvão, deveria ser realizado ontem segunda-feira (18), mas em vez do salário na conta, os funcionários receberam uma Nota do hospital. Já vão fazer 60 dias sem que os mais de 100 funcionários recebam seus salários.

Sem repasse por parte da prefeitura municipal de São Cristóvão, que tem como atual prefeito o ex-diretor do hospital, Marcos Santana, a situação só piora e a saída encontrada pelo ex-diretor José Lucio, para tentar diminuir os gastos no hospital, foram, além da retenção de parte dos salários dos funcionários, que se encontra atrasados há quasse dois meses, o encaminhamento de casos simples para às Unidades Básicas de Saúde do município, já que o hospital é filantrópico.

Após assumir a direção do hospital a nova diretora Magna Barroso Santana, emitiu uma nota enviada aos funcionários onde fala sobre a crise financeira grave em que passa o hospital. Magna fala também sobre o atraso de repasses por parte do governo do estado, que segundo a nota, o repasse do estado está em atraso e que hoje saiu da Secretaria de Saúde sem solução.

A RW NEWS recebeu com exclusividade a Nota emitida pela direção do hospital:

Caro colaborador. Mais uma vez volto à presidência do hospital e mais uma vez me deparo com uma crise financeira, desta feita bem grave. O hospital hoje se encontra com quase 800 mil reais vencidos e outros tantos a vencer. O repasse do estado está em atraso e hoje saímos da Secretaria de Saúde sem solução ainda. A nossa renda mensal não estava cobrindo os custos do mês. Temos muito trabalho pela frente e muitos ajustes terão que serem feitos se quisermos que o hospital volte a ser viável.

O nosso hospital é filantrópico e recebe verba federal através do governo estadual. Dependemos totalmente disso para honrarmos os pagamentos de folha, impostos e de fornecedores. Uma coisa não funciona sem a outra. Haverá mudanças e aperto de cinto se quisermos sobreviver. Espero contar com sua colaboração e compreensão pois sei que o que todos nós mais queremos é QUE O NOSSO HOSPITAL NÃO FECHE AS SUAS PORTAS. Não estamos medindo esforços para buscar solução para os problemas.

Atenciosamente. Magna Barroso

Por se tratar de um hospital filantrópico, o mesmo depende de recursos oriundos de doações voluntárias e de parcerias como a do Governo do Estado e da prefeitura municipal de São Cristóvão da qual irá fazer três anos que não repassa verbas para o hospital.

Foto: Divulgação | Secretaria de Estado da Saúde

J. Sousa

Your email address will not be published. Required fields are marked *

big banner